Continuamos fornecendo nossos medicamentos para pessoas que vivem com diabetes e outras doenças crônicas graves, resguardando a saúde de nossos funcionários e tomando ações para apoiar médicos e enfermeiros enquanto eles trabalham para derrotar a Covid-19.

Novas perguntas e preocupações serão levantadas conforme o andamento da pandemia e queremos manter você informado(a) com atualizações sobre o fornecimento de nossos medicamentos, respondendo as dúvidas das pessoas que precisam deles e dando visibilidade sobre como entrar em contato conosco para sanar suas dúvidas.

Linha de montagem de canetas de insulina

Atualmente, não enfrentamos nenhum problema de fornecimento. Estamos preparados para situações como esta, com uma política de armazenamento que garante a entrega a longo prazo.

Isso é importante, pois estamos lidando com medicamentos vitais que pacientes de todo o mundo dependem todos os dias.

Estamos cientes de que as autoridades de saúde e as farmácias estão fazendo o seu melhor para garantir a disponibilidade de medicamentos vitais durante a pandemia da Covid-19, e podemos garantir que nossos níveis atuais de estoque estão normais. À medida que avançarmos, compartilharemos novas atualizações.

Entre em contato conosco.

Homem usando máscara de proteção olhando pela janela

Se você, ou alguém que você conhece, está vivendo com diabetes, obesidade ou outra doença crônica grave, não há dúvida de que você tem preocupações. Como ficar em casa é uma das medidas de segurança recomendadas pelos órgãos de saúde, essas circunstâncias excepcionais estão levantando muitas questões sobre preocupações físicas e mentais durante esse período.

Queremos compartilhar dicas e sugestões que esperamos que você goste.

Diabetes e Covid-19.

Obesidade e Covid-19.

Técnico de laboratório Novo Nordisk

Para proteger a saúde e a segurança de nossos funcionários, seguimos as orientações das autoridades locais de saúde. Em alguns países e comunidades onde o risco de infecção ainda é alto, estamos pedindo aos funcionários para trabalharem em casa.

Durante essas extraordinárias condições de trabalho, estamos garantindo que os colaboradores tenham apoio para se manterem ativos, trabalhando ergonomicamente e adotando uma rotina de trabalho digital.

Em nossas unidades de produção, estamos tomando medidas para manter os funcionários em segurança, colocando em prática as medidas recomendadas de distanciamento social no ambiente de trabalho. Estamos convidando somente funcionários que não estão no grupo de risco da Covid-19 para trabalhar presencialmente.

HCP com paciente, estudo Novo Nordisk PIONEER

Continuamos todos os nossos estudos clínicos já iniciados e não esperamos atrasos significativos naqueles que estão perto da finalização. Na situação atual, estamos em diálogo constante com investigadores de estudos clínicos em todo o mundo e contamos com o julgamento deles para pausar qualquer recrutamento de testes em andamento e minimizar as visitas de pacientes aos locais, conciliando essas visitas com visitas médicas regulares.

Observamos também que o acompanhamento do teste é cada vez mais difícil, e estamos trabalhando com locais de estudos clínicos relevantes, investigadores e autoridades para encontrar as melhores soluções na situação.

A Novo Nordisk está apoiando os esforços das autoridades de saúde nas áreas afetadas com diversas iniciativas, incluindo doações, compartilhamento de matérias-primas para a produção de desinfetantes manuais e a abertura de nossos laboratórios para ajudar nos testes da Covid-19.

Estamos monitorando a situação global com muito cuidado para garantir que medidas apropriadas possam ser tomadas à medida que a situação se desenvolve.

Estamos cientes de que as autoridades de saúde e as farmácias em alguns países estão fazendo o seu melhor para garantir que os medicamentos estejam sempre disponíveis àqueles que precisam, mas podemos garantir que nossos níveis atuais de estoque estão normais.

Isso significa que pode haver limites para a quantidade de medicamento ou número de dispositivos que um paciente é capaz de obter a qualquer momento. É importante comprar com responsabilidade para que todas as pessoas que vivem com diabetes e outras doenças crônicas graves tenham acesso aos medicamentos e dispositivos essenciais.

A situação está em constante evolução, mas atualmente não estamos experimentando quaisquer restrições de fornecimento. Estamos preparados para situações como esta, com uma política de inventário que garante fornecimento a longo prazo. Isso é importante, já que nossos medicamentos são necessários todos os dias por pacientes de todo o mundo.

Na Novo Nordisk, ao realizar estudos clínicos, nossas prioridades são duas: a segurança e a integridade clínica do paciente. Continuamos todos os nossos ensaios clínicos já iniciados e não esperamos atrasos significativos naqueles que estão perto da finalização.

Na situação atual, estamos em diálogo constante com investigadores de estudos clínicos em todo o mundo e contamos com o julgamento deles para pausar qualquer recrutamento de testes em andamento e minimizar as visitas de pacientes aos locais, conciliando essas visitas com visitas médicas regulares.

Observamos também que o acompanhamento do teste é cada vez mais difícil, e estamos trabalhando com locais de estudos clínicos relevantes, investigadores e autoridades para encontrar as melhores soluções na situação. Pela atual tensão no sistema de saúde, não serão iniciados novos ensaios.

Para proteger a saúde e a segurança de nossos funcionários, seguimos os conselhos e orientações das autoridades locais de saúde.

Para as pessoas que estão trabalhando remotamente durante essas extraordinárias condições de trabalho, estamos garantindo apoio para se manterem ativas, trabalharem ergonomicamente de casa e adotarem uma rotina de trabalho digital.

Em nossas unidades de produção, estamos tomando medidas para manter os funcionários trabalhando de forma segura, colocando em prática as medidas recomendadas de distanciamento social no ambiente de trabalho. Estamos convidando somente funcionários que não estão no grupo de risco da Covid-19 para trabalhar presencialmente.

Se você tiver alguma dúvida ou preocupação sobre a disponibilidade ou acessibilidade de nossos medicamentos durante a pandemia da Covid-19, por favor entre em contato com nosso escritório em seu país.

Clique aqui obter uma lista de nossos escritórios globais

Reconhecemos o impacto da pandemia global da Covid-19 na vida das pessoas em todo o mundo, e enquanto pessoas com diabetes e/ou obesidade não são mais propensas a ter Covid-19 do que a população em geral, a Covid-19 pode causar sintomas e complicações mais graves em algumas pessoas que vivem com diabetes, obesidade e complicações relacionadas, como, por exemplo, doenças cardiovasculares.

Atualmente, não há evidências sobre o aumento do risco de infecção por Covid-19 em pessoas com obesidade. Evidências sugerem que para gripe sazonal comum, pessoas com obesidade de IMC ≥ 40 kg/m2 têm um risco aumentado de complicações graves. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA e a Saúde Pública do Reino Unido incluem pessoas com obesidade grave (IMC ≥ 40 kg/m2) como aquelas que têm um risco aumentado de complicações graves da Covid-19.

Se o diabetes é bem controlado, o risco de doença grave do Covid-19 é praticamente o mesmo que a população em geral.

Os riscos são semelhantes para pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2. Pessoas com diabetes tipo 1 têm um risco aumentado de cetoacidose diabética se infectadas pelo vírus.

Durante a pandemia global da Covid-19, reconhecemos o impacto na vida das pessoas em todo o mundo, incluindo pessoas vivendo com diabetes. Pessoas com diabetes devem ter sempre à mão:

  • As informações de contato do seu médico.
  • Estoque adequado de medicamentos e suprimentos para monitoramento da glicemia em casa.
  • Estoque suficiente de carboidratos simples como refrigerante normal, mel, geleia ou picolés para ajudar subir o nível de açúcar no sangue caso esse nível esteja baixo ou a pessoa esteja muito doente para comer.
  • Tiras de glucagon e cetonas, em caso de controle glicêmico deficiente (níveis elevados ou baixos de glicose no sangue).

Os pacientes também devem ficar atentos aos sinais de alerta, como: dificuldade em respirar ou falta de ar, dor ou pressão persistente no peito, confusão ou incapacidade de despertar, lábios ou rosto azulados.

Se estiver doente, com sintomas compatíveis com a Covid-19, tais como febre, tosse, dor de garganta e/ou coriza, com ou sem falta de ar, evite contato físico com outras pessoas, incluindo os familiares, principalmente, idosos e doentes crônicos, Procure imediatamente os postos de triagem nas Unidades Básicas de Saúde / UPAS ou outras unidades de saúde. Após encaminhamento consulte-se com o médico. Uma vez diagnosticado pelo médico, receba as orientações e prescrição dos medicamentos que você deverá usar. O médico poderá solicitar exames complementares. Inicie o tratamento prescrito imediatamente. Mantenha seu médico sempre informado da evolução dos sintomas durante o tratamento e siga suas recomendações. (Informações do Ministério da Saúde brasileiro)

Ligue para o hospital/médico e forneça as seguintes informações:

  • Sintomas
  • Leitura de glicose e cetona (se disponível)
  • Registro do seu consumo de fluidos

Siga os conselhos da sua equipe de cuidados com diabetes sobre o uso de medicamentos.

Pessoas com diabetes infectadas pelo vírus podem perceber uma deterioração em seu controle glicêmico durante a doença.

Siga sempre o conselho das autoridades locais. As seguintes medidas são sugeridas pela American Diabetes Association (ADA):

  • Siga os conselhos do seu médico ou sua médica (ou equipe de diabetes) sobre a medicação para diabetes e o monitoramento da glicemia.
  • Esteja atento aos sinais de uma hiperglicemia (como urinar mais do que o normal, especialmente à noite), estar com muita sede, dores de cabeça, cansaço e letargia.
  • Monitore a glicemia com frequência durante o dia e a noite (geralmente, a cada 2/3 horas).
  • Mantenha-se hidratado.
  • Se a glicemia estiver abaixo de 70 mg/dL (3,9 mmol/L) ou abaixo do valor-alvo, coma 15 gramas de carboidratos simples que são fáceis de digerir (ex. mel, geleia, picolés, suco ou refrigerante normal). A glicemia deve ser verificada em 15 minutos para garantir que os níveis de açúcar estão subindo.
  • As cetonas devem ser verificadas se os níveis de glicose no sangue forem superiores a 240mg/dL (13,3 mmol/L) duas vezes seguidas. O médico deve ser consultado imediatamente se tiver cetonas médias ou altas (e se instruído a fazê-lo com traços de cetona ou cetonas pequenas).
  • Verifique com as pontas dos dedos para garantir a precisão dos sensores CGM, pois alguns são afetados pelo acetaminofeno (paracetamol).
  • As mãos devem ser lavadas e os locais de injeção/infusão e punção digital devem ser limpos com água e sabão.

Durante a pandemia global da Covid-19, reconhecemos o impacto da doença na vida das pessoas em todo o mundo, incluindo pessoas com obesidade.

As pessoas não devem interromper qualquer tratamento médico que estejam recebendo sem antes discutir com seu profissional de saúde, seguindo também com a orientação das autoridades locais de saúde.

As pessoas com obesidade devem continuar a atividade física de acordo com as orientações das autoridades locais de saúde e garantir o distanciamento social.

Durante a pandemia global da Covid-19, reconhecemos o impacto da doença na vida das pessoas em todo o mundo, incluindo pessoas com obesidade. As pessoas com obesidade são aconselhadas a seguir as recomendações fornecidas pela OMS e as autoridades locais, caso suspeitem de sintomas da Covid-19.

As pessoas não devem interromper qualquer tratamento médico que estejam recebendo sem antes discutir com seu profissional de saúde, seguindo também com a orientação das autoridades locais de saúde.

Nosso compromisso com os pacientes e as comunidades onde operamos permanece inalterado e nosso foco durante este período sem precedentes é proteger a saúde de nossos funcionários e pacientes.

Todos devem seguir as mesmas recomendações que foram emitidas pelas autoridades de saúde pública para reduzir a exposição ao vírus, incluindo frequentemente lavar as mãos por no mínimo 20 segundos, praticar boa higiene e evitar contato com pessoas que estão doentes.

Continuamos a fornecer apoio aos pacientes em todo o mundo. Atualmente, não estamos enfrentando nenhum problema de fornecimento e nossos níveis de estoque estão normais. Estamos bem preparados para situações como esta, e temos uma política de armazenamento que garante o fornecimento a longo prazo. Isso é importante, pois estamos lidando com medicamentos vitais dos quais pacientes de todo o mundo dependem todos os dias.

À medida que a situação global evolui, estamos focados em garantir que nossos pacientes continuem a ter acesso aos medicamentos de que precisam.

Estamos comprometidos com nossa responsabilidade e contribuição para a saúde global e forneceremos suporte e recursos oportunos na resposta colaborativa à Covid-19.

Atualmente, não há dados que indiquem qualquer impacto na tomada de nossos medicamentos (por exemplo, agonistas do receptor de GLP-1 ou insulinas) caso pessoas com diabetes ou obesidade sejam infectadas com Covid-19.

A saúde e o bem-estar de nossos pacientes durante a crise de saúde relacionada à Covid-19 estão no centro de tudo o que fazemos.

Estamos comprometidos com nossa responsabilidade e contribuição para a saúde global e forneceremos suporte e recursos oportunos na resposta colaborativa à Covid-19.

Trata-se de uma conscientização geral sobre doenças e não deve ser entendida como orientação médica. Se você sentir sintomas da Covid-19 ou tiver dúvidas e preocupações, você deve procurar imediatamente os postos de triagem nas Unidades Básicas de Saúde / UPAS ou outras unidades de saúde. Siga sempre as recomendações das autoridades locais.

Ao preparar nossas perguntas frequentes para pessoas que vivem com diabetes e obesidade, consultamos as seguintes fontes:

            Último acesso: abril de 2020

            Último acesso: março de 2020

              Último acesso: março de 2020

              Último acesso: março de 2020

  • CDC. How Coronavirus Spreads. Disponível em https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting- sick/how-covid-spreads.html?CDC_AA_refVal=https%3A%2F%2Fwww.cdc.gov%2Fcoronavirus%2F2019- ncov%2Fprepare%2Ftransmission.html

              Último acesso: abril de 2020

              Último acesso: abril de 2020

            Último acesso: abril de 2020