Notícias

Veja abaixo as matérias mais recentes sobre a Novo Nordisk no Brasil.

Para notícias internacionais e outros materiais, como infográficos, fotos e vídeos sobre o diabetes e outras áreas terapêuticas, visite o site global da Novo Nordisk clicando aqui (em inglês).

 

Dezembro

Novembro 

Novo Nordisk: mudando o diabetes por meio da inovação

(Kairós – 01/11/2016)

O momento para a mudança é agora e o diabetes é uma crise que pode ser vencida. Por meio de suas ações, a Novo Nordisk continuará contribuindo para que a pandemia do diabetes seja revertida, apoiando as pessoas em busca de uma vida plena e mais saudável até o dia em que seja possível derrotar essa doença.

 

Outubro 

Área Terapêutica

(Empresas e Negócios – 25/10/2016)

A Novo Nordisk, empresa global com mais de 90 anos de inovação e líder no tratamento de diabetes, acaba de lançar no Brasil o seu primeiro medicamento para o tratamento de obesidade. Saxenda™ (liraglutida 3 mg) é o primeiro análogo do GLP-1 aprovado pela Anvisa para o tratamento de obesidade em combinação com uma dieta equilibrada e atividade física.

 

Obesidade pode reduzir expectativa de vida em 10 anos

(Diário da Manhã – 10/10/2016)

Estudo publicado no The Lancet indica que o risco de morte prematura é maior naqueles com excesso de peso ou obesidade – no caso de pessoas com obesidade severa, estima-se que a queda na expectativa de vida pode ser de até 10 anos.

 

3 mitos sobre a obesidade

(M de mulher – 06/10/2016)

O excesso de peso, apesar de cada vez mais comum, muitas vezes deixa de ser tratado corretamente por causa de informações erradas que se espalham por aí. “70% das pessoas acham que a culpa por estar acima do peso é de quem sofre com o problema”, contextualiza  a endocrinologista Rocio Della Coletta, gerente médica de Obesidade da farmacêutica Novo Nordisk.

 

Quer emagrecer? Digital influencers contam como venceram a obesidade

(A Tribuna – 03/10/2016)

Emagrecer não é uma questão estética, mas de saúde. “Apenas 27% dos adultos concordam que, se uma pessoa tem obesidade, não é necessariamente culpa dela. E isso é um equívoco”, afirma Rocio Riatto Della Coletta, gerente médica de Obesidade da Novo Nordisk, empresa que acaba de lançar um novo medicamento para tratamento da obesidade no mercado brasileiro, que não contava com uma novidade havia 16 anos.

 

Setembro 

Remédio para o diabete mostrou que também protege o coração

(M de Mulher– 30/09/2016)

Em 2008, o controle do diabete passou por uma reviravolta histórica: a Food and Drug Administration (FDA), órgão que regula a prescrição de medicamentos nos Estados Unidos, passou a exigir que todos os novos fármacos em pesquisa com potencial de tratar a doença deveriam comprovar que não prejudicavam o coração. Passados oito anos da mudança, novas investigações mostram que algumas drogas, além de não interferirem no coração, chegam a evitar panes cardíacas. É o caso da liraglutida, do laboratório Novo Nordisk.

 

Obesidade. Um estigma de peso

(Diário do Nordeste – 17/09/2016)

Os números são preocupantes e exigem cuidado redobrado. Pesquisa recente do Ministério da Saúde revela que mais da metade da população brasileira está acima do peso, desses, 20,8% com obesidade. Com o objetivo de dar atenção às questões relacionadas à obesidade e seus impactos na saúde, a Abeso lançou a campanha Obesidade é o que você não vê . “Preciso que as pessoas passem a enxergar a obesidade como uma doença e não como uma escolha individual. A conscientização é fundamental para combater o problema”, afirma a endocrinologista Cintia Cercato, presidente da Abeso.

 

Campanha divulga informações na web sobre perda de peso

(Diário Oficial– 14/09/2016)

“Em comparação aos pacientes com hipertensão e diabetes, apenas 0,67% das pessoas com obesidade são tratadas com medicamentos”, lamentou o endocrinologista Márcio Mancini, chefe do Grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital das Clínicas (HC), durante o lançamento da campanha Obesidade é o que você não vê. “No passado e ainda hoje, em algumas regiões do país, a obesidade é vista como sinônimo de saúde e de prosperidade”, diz. Para corrigir distorções como essas, informar sobre o conceito correto de obesidade e suas opções de tratamento, a empresa farmacêutica Novo Nordisk promoveu a ação, com apoio da Abeso.

 

Anvisa aprova novo medicamento para tratar obesidade

(Jornal do SBT– 14/09/2016)

No Brasil, quase 53% da população tem sobrepeso e esse excesso é fator de risco para doenças crônicas como hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares e câncer - responsáveis por 72% das mortes no país. Um novo medicamento, que ajuda a reduzir o apetite e aumenta a sensação de saciedade, foi liberado pela Anvisa e já está sendo comercializado.

 

Remédios para emagrecer – A nova geração

(Saúde é Vital – 01/09/2016)

O Brasil está engordando. Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde, mais de metade da população se encontra acima do peso, sendo que ao redor de 20% já é considerada obesa. Por isso não é de estranhar a euforia de médicos e pacientes com a chegada ao país de um novo medicamento para emagrecer. A bola da vez é a liraglutida, uma injeção subcutânea aplicada com uma espécie de caneta, criada pela farmacêutica Novo Nordisk e comercializada com o nome Saxenda™. Aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), ela imita, dentro do corpo, a ação de um hormônio natural, o GLP-1.

 

Agosto

Médicos mostram como prevenir as doenças que mais matam no Estado

(A Tribuna Vitória 14/08/2016)

Empresas de tecnologia e laboratórios, como a Novo Nordisk, lançam novos remédios e equipamentos para tratar doenças que mais matam no Estado de Espírito Santo, como diabetes, problemas cardiovasculares, derrame e pneumonia.

 

Um desafio diário

(Guia da Farmácia – 01/08/2016)

A era da tecnologia, que chega rodeada de facilidades, como telefones sem fio, celulares e automóveis, está cada vez mais presente e acessível. Junto a isso tudo, chegam também as facilidades na alimentação, com infinitas ofertas de cardápios pré-preparados. Apesar de toda esta comodidade, esses movimentos têm levado a população ao sedentarismo e é diante desse cenário que cresce o número de pessoas com diabetes, doença crônica, autoimune e caracterizada pela deficiência da produção de insulina pelo organismo.

 

GPTW: As melhores empresas para trabalhar

(Época Edição Especial 01/08/2016)

A Novo Nordisk ocupa a sétima posição na categoria “Indústria” da pesquisa do GPTW sobre ambiente de trabalho.

 

Julho

Marco Petti é o novo diretor Médico da Novo Nordisk

(Canal Executivo 29/07/2016)

A Novo Nordisk, empresa global de saúde com mais de 90 anos de atuação, apresenta Marco Petti como novo diretor Médico da afiliada brasileira.

Formado em Medicina e especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela USP - Universidade de São Paulo, é pós-graduado em Medicina Farmacêutica pela Escola Paulista de Medicina e Gestão de Negócios pela FGV - Fundação Getúlio Vargas. Na Novo Nordisk, o executivo vai comandar as áreas Médica, Regulatória, de Pesquisa Clínica e de Qualidade.

 

Bons hábitos contra o diabetes

(Revista Viva Saúde – 01/07/2016)

O volume de pessoas com diabetes já é grande e só cresce. Estima-se que até 2050 esse número aumente em 66%, segundo dados da federação internacional de Diabetes (IDF) [...]Quando falamos em prevenção de diabetes estamos falando do tipo2. Este é o mais comum e corresponde a 90% dos casos. Segundo a endocrinologista Mariana Narbot, a obesidade, o sobrepeso e o sedentarismo são os principais fatores associados ao risco. Existe, também, ligação da patologia com o ambiente: 2/3 dos casos estão nos grandes centros urbanos.

 

Junho

Ação voluntária proporciona dia circense para cerca de 200 crianças em SP

(Jornal Dia a Dia 21/06/2016)

A Novo Nordisk Brasil promoveu, no dia 21 de junho, o TakeAction Day 2016 – um dia de festa no Circo dos Sonhos. Os funcionários do escritório e Força de Vendas da empresa dedicaram seu dia para entreter crianças carentes de ONGs de todo estado de São Paulo. Foram realizadas oficinas circenses, prestação de serviços de saúde como orientações sobre nutrição, medições de glicemia e hábitos saudáveis, doação de sangue em parceria com o Hospital Samaritano, além de arrecadação de alimentos e agasalhos.

A ação faz parte do programa de voluntariado global TakeAction, que visa reforçar o compromisso da companhia com a comunidade em que atua e dá oportunidade para os funcionários colocarem em prática os princípios da empresa.

 

Medicamento para diabetes reduz em 13% o risco de morte cardiovascular

(Revista Brasileiros 14/06/2016)

Uma das maiores preocupações dos médicos que tratam diabetes é proteger os pacientes de possíveis complicações cardiovasculares da doença.

Durante o 76º Congresso da Associação Americana de Diabetes, em New Orleans, nos EUA, foi apresentado o estudo LEADER®, que apontou que a liraglutida, vendido sob o nome comercial Victoza e fabricado pela Novo Nordisk, foi eficaz em diminuir o risco de ataque cardíaco ou morte em pacientes com diabetes tipo 2 (adquirida) de alto risco para doença cardiovascular. Complicações do coração são as principais causas de itnernação e morte dos diabéticos.

 

Maio

Abril

Hemofilia em ação

Diário do Nordeste (17/04/2016)

Devido à propensão a lesões e sangramentos, a prática de atividades físicas era descartada por pessoa que têm hemofilia. Hoje já é consenso entre os especialistas que os esportes trazem benefícios físicos e sociais a seus praticantes.

 

Março

Novo Nordisk (Vai e Vem)

Valor Econômico (17/03/2016)

Moisés Vasconcellos Marques assume a diretoria de P&O (Pessoas e Organização) da Novo Nordisk. Ele já atuou na G M/Delphi Automotive Systems, Unilever, Mondelez (Kraft Foods) e Kimberly-Clark.

 

Fevereiro

Janeiro

Novo Nordisk lidera a lista de sustentabilidade em Davos

Sociedade Brasileira de Química (29/01/2016)

A Novo Nordisk ficou em primeiro lugar no grupo de indústrias Farmacêuticas e de Biotecnologia em um índice entre as 100 Empresas Globais Mais Sustentáveis no Mundo.

O índice – em que a Novo Nordisk foi classificado em 19ª no geral – olha para as empresas globais que são mais pró-ativas na gestão de seu desempenho e de governança nas questões ambientais e sociais.